Um estudo exploratório

Abstract

Este estudo teve como objetivo contribuir para o desenvolvimento do conhecimento científico que permita compreender a relação entre literacia em saúde e a adoção de comportamentos de saúde nos estudantes universitários. A amostra é composta por 157 estudantes universitários a frequentar o primeiro ano de licenciatura na Universidade da Beira Interior e com idades compreendidas entre os 18 e os 23 anos. Para avaliar a literacia em saúde foi utilizado o Inquérito sobre Literacia em Saúde em Portugal (ILS-PT; Espanha, Ávila & Mendes, 2014) e para avaliar os comportamentos de saúde foi utilizado o Questionário de Atitudes e Comportamentos de Saúde (QACS; Ribeiro, 2004). Os resultados revelaram que os estudantes se encontram distribuídos pelos diferentes níveis de literacia em saúde destacando-se o nível suficiente e problemático. Foram encontradas diferenças significativas na literacia em saúde geral e na prevenção da doença em função dos hábitos tabágicos, consumo de álcool e na perceção do estado de saúde. Verificou-se também a existência de uma relação estatisticamente significativa entre a literacia em saúde e as atitudes e comportamentos de saúde, nomeadamente entre literacia em saúde geral e no âmbito dos cuidados de saúde e comportamentos protetores relacionados com o auto cuidado e segurança motorizada e entre literacia no âmbito da prevenção da doença e auto cuidado. Foram encontradas diferenças significativas na dimensão exercício físico e segurança motorizada atendendo ao sexo e na dimensão exercício físico tendo em conta a perceção do estado de saúde. São discutidos os resultados e contributos do estudo.This study aimed to contribute to the development of scientific knowledge to understand the relationship between health literacy and the adoption of health behaviors among university students. The sample is composed of 157 university students attending their first year at the University of Beira Interior and are aged between 18 and 23 years. In order to evaluate health literacy, the Health Literacy Survey (ILS-PT, Espanha, Ávila & Mendes, 2014) was used, to evaluate health behaviors, and the Health Attitudes and Behaviors Questionnaire (QACS; Ribeiro , 2004). The results revealed that students are distributed among different levels of health literacy, highlighting the sufficient and problematic level. Significant differences were found in literacy in general health and in the prevention of the disease due to smoking habits, alcohol consumption and the perception of health status. There was also a statistically significant relationship between health literacy and health attitudes and behaviors, namely between general health literacy and health care and protective behaviors related to self-care and motorized safety, and between literacy in the context of disease prevention and self-care. Significant differences were found in the dimension of physical exercise and motorized safety, considering the gender and physical exercise dimension, taking into account the perception of health status. The results and contributions of the study are discussed

Similar works

This paper was published in UBibliorum repositorio digital da ubi.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.