Article thumbnail

Compatibilização entre o Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente e as necessidades do mercado de trabalho : estudo de um caso de gestão curricular

By Carla Luís

Abstract

Dissertação de Mestrado em Administração e Gestão Educacional apresentada à Universidade AbertaNa presente investigação, procura-se comprovar a adequabilidade do currículo definido para o Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente (MIEA), da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), às necessidades do mercado de trabalho, no sector de gestão de resíduos. A inexistência de um modelo universal de monitorização e avaliação de resultados de aprendizagem no Ensino Superior conduziu o investigador a uma análise ao processo de conceção dos resultados de aprendizagem, com o objectivo de confirmar a eficiência curricular do curso e, como tal, a eficácia no desempenho profissional dos diplomados que constituem a amostra. A fundamentação teórica baseia-se nos campos de sociologia das profissões e desenvolvimento curricular. Na componente empírica, o tipo de amostra recai sobre a não probabilística, através da aplicação de inquéritos por questionário, por um lado à Agência de Acreditação e Avaliação do Ensino Superior (A3ES), ao director do curso, aos docentes das Unidades Curriculares Tecnologias e Sistemas de Tratamento de Resíduos I e Ferramentas de Decisão Ambiental, por outro a cinco diplomados do curso MIEA (FEUP), empregados em empresas do sector de gestão de resíduos. Nas respostas dos decisores curriculares analisam-se, essencialmente, os principais critérios de formulação de resultados de aprendizagem, nomeadamente a sua coerência e transparência; a conformidade com os quadros normativos do Ensino Superior e da Ordem dos Engenheiros; o equilíbrio na conjugação dos três tipos de resultados de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e atitudes); a sua adequação aos fatores de mudança externa, mais concretamente à alteração do regime de geral de gestão de resíduos (Lei n.º 73/2001, de 17 de junho). De seguida, lança-se um “olhar” quer sobre a opinião dos cinco Engenheiros do Ambiente inquiridos sobre a relevância e a facilidade de aplicação dos resultados da aprendizagem, definidos pela direção do curso, no desempenho profissional, quer sobre a necessidade de inovar o currículo perante a alteração do regime geral de resíduos. Após uma análise qualitativa e quantitativa dos dados recolhidos, comprova-se que os resultados de aprendizagem do currículo são compatíveis com as necessidades do mercado de trabalho, apesar de alguns diplomados sugerirem algumas oportunidades de melhoria. Por fim, o investigador apresenta não só algumas propostas que poderão fomentar a simplificação do processo de formulação de resultados de aprendizagem, como também algumas pistas para a monitorização e avaliação, quer durante o percurso académico, quer após o ingresso no mercado de trabalho, as quais poderão contribuir para a melhoria contínua do Sistema de Qualidade do Ensino Superior, para a reconceptualização curricular, e, como tal, para o desempenho eficaz dos futuros profissionais

Topics: Educação e emprego, Ensino superior, Mestrado, Curriculum, Meio ambiente, Mercado de trabalho, Gestão de resíduos, Engenheiro
Year: 2013
OAI identifier: oai:repositorioaberto.uab.pt:10400.2/3006

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.