Article thumbnail

Habitação de Interesse Social do Porto Maravilha como Proposta de Legado dos Jogos Olímpicos do Rio: Plano, Metas & Impasses

By Amanda Santos Felix, Paulo Conceição and Francisco José Batista de Sousa

Abstract

A proposta deste artigo é analisar o Plano de Habitação de Interesse Social- PHISPorto (2016-2026), que surgiu como uma das promessas de legado para o Rio de Janeiro pós Jogos Olímpicos de 2016. Para a realização do estudo, analisou-se os relatórios de atividades da CDURP- Companhia de Desenvolvimento Urbano do Porto Maravilha, desde quando o PHIS-Porto foi criado, em 2015. Complementar isso, também foram realizadas entrevistas com dirigentes da CDURP. A análise preliminar do estudo indica uma série de lacunas e/ou limitações que precisam ser enfrentadas para que o PHIS-Porto passe de plano para legado

Year: 2018
OAI identifier: oai:repositorio-aberto.up.pt:10216/123017
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://hdl.handle.net/10216/1... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.