Article thumbnail

Compositor vs X: (ideia=x): o espaço de construção da realidade composicional

By Sílvia Liliana Franco Teles Mendonça

Abstract

Colocar em confronto compositor e ideia surge da necessidade de perceber esta relação. É partir de um movimento que os separa (desencontro) e os coloca numa situação desconhecida, movimento esse que só se verá concluído quando estes se reencontrarem, já não a partir de um mesmo centro, mas deste transposto através da criação de uma nova perspetiva. Assim abre-se a possibilidade para a conceção deste gesto cujo objetivo não é a materialização de uma ideia, mas precisamente o contrário, é uma imersão no espaço da consciência que põe a própria ideia no horizonte/limite. O encontro original desta relação manifesta-se na consciência do corpo através do mesmo movimento que o levará à ideia, esta última (X) o desconhecido: Ideia = X.To engage composer and idea arises from the need to understand this relationship. Starting from a movement that separates them (mismatch) and puts them in an unknown situation, that movement will only be concluded when they reunite, not from the same starting point, but from this transposed through the creation of a new perspective. Therefore, there is the possibility of the conception of this gesture to be seen not as the materialization of an idea but, precisely the opposite, as an immersion in the space of the conscience which places the idea itself in the horizon, i.e. the limit. The original gathering of this bond is manifested through the body consciousness/awareness through the same movement that will take it to the idea, being this (X) the unknown: Idea =

Topics: Compositor, Desconhecido, Ideia, Composer, Unknown, Idea
Year: 2013
OAI identifier: oai:recipp.ipp.pt:10400.22/8870

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.