Article thumbnail

Odysseus and the Inca: culture, society and death

By Rodrigo do Prado BITTENCOURT

Abstract

Este artigo busca refletir sobre alguns importantes aspectos da Cultura Ocidental presentes em “A Odisséia”: a força da tradição cultural; a vida em sociedade e as relações do homem com a morte. A partir daí, ele analisa como o Inca, dentro da mitologia das tribos do povo Pano, vê estes mesmos três pontos. O demiurgo latino-americano também aparece como referência para a vida dos homens da atualidade. Ele produz outras respostas, entretanto, para as mesmas questões. Busca-se entender a relação de Odisseu com a morte e porque ele não aceitou a proposta de imortalidade, feita por Calipso. Isto só pode ser analisado a partir da visão das relações sociais e familiares no contexto da Grécia Clássica, vistas como fortemente distintas daquelas do contexto das tribos pano, da Amazônia.Odisseu e o Inca: cultura, sociedade e mort

Topics: Odisseia, Morte, Inca, Sociedade, Diferenças culturais
Publisher: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Year: 2014
OAI identifier: oai:recipp.ipp.pt:10400.22/8359
Journal:

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.