Article thumbnail

Emocyional experiences of parents with depressive adolescent going through clinical treatment   : a clinical- qualitative study

By 1975- Gerusa Marcondes Pimentel de Abreu Lima

Abstract

Orientador: Claudinei José Gomes CamposTese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de EnfermagemResumo: Partiu-se de hipótese e indagações espontâneas de que ainda há entendimento ambíguo sobre os diversos aspectos e sintomas apresentados pela depressão, além de despreparo dos pais para lidar com a depressão do filho, por falta de conhecimento sobre a doença. É sabido que a qualidade da relação afetiva desenvolvida na infância pode ser componente para o desenvolvimento da depressão. Assim, objetivou-se compreender as vivências emocionais dos pais de adolescentes depressivos em tratamento ambulatorial de um hospital do interior do estado de São Paulo. Buscou-se, então, interpretar os significados das vivências de pais e mães para subsidiar e possibilitar, aos profissionais de saúde que trabalham juntamente com os pais de pacientes adolescentes com depressão, melhor compreensão das vivências e angústias, contribuindo para o desenvolvimento de relação profissional-paciente. Foi utilizado o método clínico-qualitativo, por meio do emprego da técnica da entrevista semidirigida de questões abertas e da observação global do entrevistado durante a coleta de dados. Em uma amostra fechada de sujeitos, a técnica de saturação teórica foi aplicada. As entrevistas conduzidas com os 14 participantes foram gravadas após leitura explicativa do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Posteriormente, as entrevistas foram transcritas na íntegra e alocadas em arquivo eletrônico. No tratamento do dado, após emprego de leituras flutuantes do corpus, o conjunto das entrevistas, ocorreu a categorização em tópicos para condução da discussão de tais resultados, com desvelamento de nexos de sentidos, à luz de um quadro de referenciais teóricos, composto a partir dos conhecimentos da psicologia médica. Por se tratar de pesquisa de enfoque humanístico, o pesquisador esteve atento ao caráter polissêmico dos achados, bem como ao caráter polissêmico das investigações na cultura, isto é, construído a partir da perspectiva do entrevistado. A validação externa dos resultados foi realizada junto ao Núcleo de Pesquisa e Estudo Qualitativo em Saúde e ao Laboratório de Pesquisa Clínico-Qualitativa na Unicamp. Os resultados apontaram cinco categorias: Vivências dos pais frente à doença do filho; Vivências do (des)cuidado na rede de apoio recebida: percepção dos pais; Depressão do filho no contexto escolar: perspectiva dos pais; Dimensões subjetivas dos pais no tratamento ambulatorial e Ideação suicida: conflitos vivenciados pelos pais e o cuidado recebido. Os achados deste estudo apresentam concepções significativas a serem enfatizadas por projetos e ações psicoeducativas para o fortalecimento emocional dos pais, cuidadores principais de adolescentes com depressão. Tendo destaque o estigma da doença e o distanciamento social dos genitores, as intervenções nas esferas que refletem a relação entre a equipe de saúde, os cuidadores e o apoio social são estruturas fundamentais que requerem ações que promovam fortalecimento, sensibilização e conscientização quanto à relevância da divulgação e da promoção da saúde mental, principalmente, pela depressão ser considerada o mal do século. Evidencia-se a necessidade que futuros estudos integrem as limitações do presente estudo, sobretudo na ampliação em intervenções psicoeducacionais aos pais e responsáveis no cuidado em saúde mentalAbstract: Based on the hypothesis arising from a spontaneous questioning that parents still have an ambiguous understanding of several aspects and symptoms presented in cases of depression, and that they also have a poor understanding of the disease, it is difficult for them to deal with a child¿s depression. It is known that the quality of the affective relationship built during the childhood may be a component for depression. So, the objective was to understand the emotional experiences of depressive teenagers¿ parents during clinical treatment in a hospital in the countryside of São Paulo. Thus, this study aims at interpreting the meanings of these experiences in order to subsidize and enable health professionals to work together with parents and teenager patients with depressive disorder; obtaining a better understanding of the situations and distresses experienced by these caretakers; and contributing with the development of the relationship between patient and professional. A clinical-quantitative method was used, with semi-directed interviews with open questions, and the observation of the interviewee during data collection; for a closed subject sample, the theoretical saturation technique was applied. The interviews were applied to 14 participants and recorded after an explanatory reading of the Free and Clear Consent Term. Such recording was later transcribed in full in electronic files. After applying a floating reading of the corpus ¿ the set of interviews ¿ there was a categorization of the data into topics in order to organize the discussion of the findings, unveiling the meaning nexus based on a theoretical reference chart of medical psychology knowledge. Because it is a research with a humanistic focus, the researcher was attentive to the polysemic aspect of the findings and the culture investigations, built from the interviewee¿s perspective. The external validation of the findings was done by the Núcleo de Pesquisa e Estudo Qualitativo em Saúde (Qualitative Health Research and Study Center) and the Laboratório de Pesquisa Clínico-Qualitativa (Clinical-Qualitative Research Laboratory) at Unicamp. The findings outline five categories: Parents experiencing the child¿s disease; Experiencing the (lack of) care in the support network: the parents¿ perception; The child¿s depression in the school context: the parents¿ perspective; Subjective dimensions of parents in the clinical treatment; and Suicidal ideation: conflicts experienced by parents and the care they received. The findings of this study present meaningful conceptions to be addressed by psycho-educational projects and actions in order offer emotional strengthening for parents ¿ the main caretakers of depressive teenagers. We highlight the stigma of the disease and the social distancing of parents, the interventions in the levels that reflect the relationship between the health team and caretakers, and the social support, which are fundamental structures that demand actions to promote the strengthening, sensitization and awareness as to the relevance of disclosing and promoting mental health, especially because depression has been considered the evil of the century. It is evidenced the need for future studies that integrate the limitations of the present study, especially regarding the broadness of psycho-educational interventions to parents and people in charge of the mental health careDoutoradoEnfermagem e TrabalhoDoutora em Ciências da Saúde38P-4842/2018CAPE

Topics: Adolescentes, Depressão, Enfermagem psiquiátrica, Parentalidade, Pesquisa qualitativa, Adolescent, Depression, Psychiatric nursing, Parentality, Qualitative research
Publisher: [s.n.]
Year: 2019
OAI identifier: oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/335220
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://repositorio.unicamp.br/... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.