Experimental carcinogenesis in the ventral Mongolian's gerbil prostate

Abstract

Orientador: Sebastião Roberto TabogaTese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de BiologiaResumo: O câncer de próstata atualmente é o tumor mais comum em homens com mais de 50 anos de idade. Entre os fatores de risco que contribuem para o aumento dessa doença destaca-se o envelhecimento, período em que ocorrem acentuados desequiliorios hormonais. Há muitas dificuldades na obtenção de material humano para estudos do desenvolvimento de tumores prostáticos, pois esta questão esbarra na ética médica. Vários grupos de pesquisa vêm tentando desenvolver, caracterizar e validar modelos roedores para análise do câncer de próstata. Modelos autóctones, nos quais são estudadas as lesões prostáticas espontâneas, têm desempenhado papel relevante nas pesquisas dessa neoplasia. Além disso, inúmeras investigações têm sido feitas sobre a indução experimental de tumores na próstata de roedores de laboratório: ratos, camundongos e cobaias. Em uma primeira etapa deste trabalho, foram realizadas análises morfológicas (estruturais e ultra-estruturais), quantitativas e funcionais dos componentes celulares dos compartimentos epitelial e estromal do lobo ventral da próstata do gerbilo" velho (Meliones unguiculatus). A morfologia prostática nesses animais revelou que em uma mesma glândula puderam ser observadas regiões funcionais com epitélio secretor normal e outras áreas com alterações histopatológicas atípicas. Nesses, o declínio de testosterona esteve associado a alterações proliferativas na glândula, levando ao entendimento da importância desse andrógeno na homeostase e funcionalidade prostática. Devido a essas constatações, em uma segunda etapa, foi feita a indução experimental de tumores na próstata do gerbilo adulto, após tratamento conjugado de N-metil-N-rutrosouréia com propionato de testosterona. Depois de estabelecidos os tumores, as próstatas foram processadas para estudos rustológico, imunocitoquímico e ultra-estrutural. Os resultados mostraram que em gerbilos o surgimento de lesões prostáticas ocorreu em períodos experimentais de até 9 meses e que tanto o cancerígeno como a testosterona, associados ou não, foram indutores de neoplasias. Sugere-se que as células atípicas possam apresentar potencial invasivo pela observação da ruptura da membrana basal pelos métodos de imunocitoquímica para laminina e análise ultra-estrutural. Detectou-se também no gerbilo a expressão da proteína citoplasmática Alfa-Metilacil-CoARacemase (PS04S) em células prostáticas neoplásicas, bem como é observado no câncer prostático do homem. Assim, este trabalho é pioneiro na demonstração da expressão de P504S em roedores. A partir dos resultados apresentados constatou-se que o gerbilo é um modelo animal para estudos de carcinogênese química prostática, que somados aos dados da literatura, levarão ao melhor entendimento da biologia de lesões da próstataAbstract: The prostate cancer is the most common tumor that attacks men from the 50's decade. Among the risk factors that contribute to this disease's increase stand out the aging process, when hormonal unbalances happen frequendy. Developmental studies of prostatic tumors have been complicated because of difficult in obtaining human material, once this question lies on medical ethics. Researchers group have had tried to develop, characterize and validate some rodent models to analyze the prostate cancer. Autoctone models used to study spontaneous prostatic lesions have performed important role to these kind of neoplasia. ln addition, lots of innstigations have been done about experimental induction of prostatic tumors in rats, mice and guinea pig. ln a first phase of the present work, it was realized in the ventral lobe of old gerbil's prostate veriones unguiculatllm) structural and ultra-structural morphological, quantitative and functional analyzes of the cellular compounds of epithelial and stromal compartments. The prostatic features of theses animaIs revealed that in a same gland could be noted functional regions containing normal secretof)' epithelium and regions completely altered, showing histopathological lesions. A testosterone concentration decrease associated to these prolifera tive sites confmns the importam role of this androgen to the prostatic homeostasis. Because of these data, in the second phase of this. work, it was done a prostatic tumors experimental induction in the adult gerbil, after conjugate treatment of N-metil-N-nitrosourea with testosterone propionate. Once the tumors were established, prostate fragments were processed for histological, immunocytocl)emical and ultra-structural studies. The results showed that in gerbils, the emergence of prostatic lesions happened in experimental periods of until 9 months and both the carcinogen and testosterone, associated or not, was able to induce these adenocarcinomas. The invase potencial of anomalus cells could be proved by ultra-structural analyz~s and by the immunocytochemical test for laminima, noted in the basal membrane disruption. On the other hand, it was observed that gerbil is one of the pioneers in expression of the citoplasmatic protein Alfa-lvletilacilCoARacemase (P504S), which is found in the neoplastic cells, likely in prostatic human cancer. Concluding, this study is pioneer in the demonstration of the P504S expression in rodents. Based on these presented data, it was verified that gerbil is a good experimental model to chemical carcinogenesis research of the prostate, which taken together with previous literature will give a better and profounder understanding of prostatic lesionsDoutoradoBiologia CelularDoutor em Biologia Celular e Estrutura

Similar works

Full text

thumbnail-image

Repositorio da Producao Cientifica e Intelectual da Unicamp

Full text is not available
oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/317917Last time updated on 4/10/2020

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.