Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Evolução da mortalidade por câncer cérvico-uterino em Salvador - BA, 1979-1997 Evolution of the mortality for cervico-uterine cancer in Salvador - BA, 1979-1997

By Susanne Andrade Derossi, Jairnilson Silva Paim, Estela Aquino and Ligia Maria Vieira da Silva

Abstract

O câncer cérvico-uterino, quando diagnosticado e tratado precocemente, constitui-se em uma causa de morte perfeitamente evitável. Entretanto, no Brasil, a mortalidade por esta causa ainda é elevada, persistindo como problema de saúde pública. O objetivo deste trabalho é descrever a evolução da mortalidade e estimar os anos potenciais e produtivos de vida perdidos por esta neoplasia, em Salvador-Bahia, entre 1979 e 1997. Trata-se de um estudo de agregados de série temporal, no qual foram considerados todos os óbitos de mulheres com idade igual ou superior a 20 anos, que tiveram como causa básica de morte o câncer de colo uterino e de porção não especificada do útero. Utilizou-se como fontes de dados o CD ROM: DATA SUS/ MS, o IBGE e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia/SESAB. Os indicadores empregados foram as taxas de mortalidade específicas por idade, brutas e padronizadas por idade. Houve um decréscimo de 50,6% na taxa padronizada de mortalidade por este tipo de câncer, no período analisado, cujos valores variaram de 17,6/100.000 mulheres em 1979 a 8,7 em 1997. Observou-se ainda que o risco de morte por esta causa cresce à medida que aumenta a idade e que a sua magnitude torna-se mais expressiva a partir de 40 anos. A variação da média de anos potenciais de vida perdidos por mulher foi de 15,5 no ano de 1986 a 20,4 em 1980. Os autores concluem que a mortalidade por câncer cérvico-uterino neste município ainda é alta e discutem os possíveis fatores determinantes da evolução desta mortalidade. Destacam a necessidade de ações efetivas na prevenção da morbi-mortalidade por esta causa.<br>When early diagnosed and treated, cervical cancer is a perfectly avoidable cause of death. In Brazil, however, mortality from cervical cancer is still high and remains a public health problem. This study is aimed at both describing the evolution of such mortality and estimating the potential and productive years of life lost due to this neoplasia in Salvador (Ba), Brazil, between 1979 and 1997. Aggregates of time series were chosen for analysis by considering all deaths of women aged 20 or older who had either cervical cancer as their basic cause of death or cancer in an unspecified part of the cervix. Data from SUS/MS CD-ROM, IBGE and the Health Department of the State of Bahia/SESAB were used. Crude, age-specific and age-standardized mortality rates were taken as indicators. A decrease of 50,6% in the standardized mortality rate for this disease was noted in the period, with values ranging from 17,6/100.000 women in 1979 to 8,7 in 1997. The risk of death due to this neoplasia was found to increase with age, markedly after the age of forty. The average of potencial years of life lost ranged from 15,5 in 1986 to 20,4 in 1980. Mortality from cervical cancer in Salvador was then shown to be still high and the possible determining factors for such evolution were discussed. The need for effective action on the prevention of such morbidity and mortality is emphasized

Topics: câncer cérvico-uterino, mortalidade, tendência, neoplasia, cervical cancer, mortality, trends, neoplasia, LCC:Public aspects of medicine, LCC:RA1-1270, LCC:Medicine, LCC:R, DOAJ:Public Health, DOAJ:Health Sciences
Publisher: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.
Year: 2000
DOI identifier: 10.1590/S0104-12902000000100004
OAI identifier: oai:doaj.org/article:51e2ee1d46b1481fb636e6e580ae4ee2
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://doaj.org/search?source=... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.