Article thumbnail

Promoção do bem-estar na adolescência: Impacto do estatuto socio- económico e do estatuto migrante

By Tânia Gaspar

Abstract

O presente trabalho visa compreender e caracterizar os factores e estratégias promotoras do bem-estar subjectivo em adolescentes migrantes oriundos dos PALOP, através da perspectiva dos adolescentes e dos técnicos de intervenção. Foi utilizada uma abordagem qualitativa, grupos focais ou grupos de discussão centrados no tema, especificamente especificamente, o bem-estar subjectivo nos adolescentes migrantes e intervenção que é realizada neste âmbito. Foram realizados 8 grupos, 26 adolescentes divididos em 4 grupos e outros 4 grupos com um total de 22 técnicos. Foi efectuada uma análise de conteúdo dos discursos dos participantes, e para cada categoria e cada sub-categoria identificada foram apresentados exemplos ilustrativos do discurso dos adolescentes e dos técnicos. Os resultados realçam essencialmente, a necessidade de actividades alternativas de ocupação de tempos livres dentro e fora da escola, envolvimento mais activo e participação mais adequada e competente por parte dos pais, profissionais e adolescentes. Estas propostas remetem para a necessidade de uma intervenção conjunta e ecológica entre os vários actores e nos diversos contextos socio-económicos e culturais

Topics: Bem-estar; adolescência; promoção de saúde; migrantes; grupos focais
Publisher: 'ISPA - Instituto Universitario'
Year: 2012
DOI identifier: 10.14417/ap.493
OAI identifier: oai:ojs.localhost:article/493

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.