oaioai:doaj.org/article:32f2d1f622a44ac78833a86891f329d1

Paralisia facial periférica em Petrópolis

Abstract

O autor apresenta 83 casos de paralisia facial periférica «a frigore» ocorridos em Petrópolis, cidade montanhosa de clima tropical, sem estação seca, com média de temperatura 10ºC a 23ºC. Faz relação delas com viroses que ocorrem durante o ano. Cinquenta e seis pacientes são de sua clínica e têm «follow up», enquanto 25 outros são pacientes de outra clínica, para os quais são relatados apenas o início de instalação da paralisia, o sexo, o lado e a idade. Mostra que a maior incidência ocorreu nos meses de maio, agosto, setembro e outubro. Faz também considerações sobre a etiologia, incidência, prevalência, conduta, terapêutica e resultados na paralisia facial periférica

Similar works

Full text

thumbnail-image

Directory of Open Access Journals

Provided original full text link
oaioai:doaj.org/article:32f2d1f622a44ac78833a86891f329d1Last time updated on 12/18/2014

This paper was published in Directory of Open Access Journals.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.