Article thumbnail

Ansiedade, depressão e desesperança em pacientes amputados de membros inferiores

By Stephanie Di Martino Sabino, Richelle Maitê Torquato and Adriana Cristina Guimarães Pardini

Abstract

Amputação consiste na retirada de um membro, total ou parcialmente, por cirurgia ou trauma. A causa mais frequente de amputações é vascular (75% em membros inferiores), seguida por traumas (20%) e tumores (5%). Após a amputação, o paciente geralmente passa por uma série de reações emocionais. Dentre as mais comuns, pacientes amputados podem apresentar quadros de ansiedade, depressão e desesperança. Objetivo: Verificar a incidência de Ansiedade, Depressão e Desesperança em pacientes com amputação de membros inferiores que chegaram ao Centro de Reabilitação. Método: Participaram desta pesquisa 31 pacientes no período de maio a agosto de 2011. Os pacientes foram submetidos à realização de um questionário de caracterização da amostra e as escalas Beck de Ansiedade, Depressão e Desesperança. Resultados: Os pacientes que tinham companheiro apresentaram menores níveis de Ansiedade e Desesperança e os pacientes que saíam semanalmente apresentaram menores pontuações na escala de depressão. Conclusão: Os pacientes com amputação de membros inferiores apresentaram boas estratégias de enfrentamento ou estão em processo de negação de sua condição atual, ou ainda aliviados pela melhora do quadro álgico

Topics: Amputação, Extremidade Inferior, Ansiedade, Depressão
Publisher: Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo
Year: 2013
OAI identifier: oai:revistas.usp.br:article/103815

To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.

Suggested articles