Article thumbnail

Fontes quatrocentistas para a geografia e economia do Saara e Guiné

By Vitorino de Magalhães Godinho Vitorino

Abstract

(Primeiro Parágrafo do Artigo)Os cronistas marcam no Cabo de Não o término inicial dos descobrimentos portugueses, o que não significa que se não navegasse, para além, embora sem dobrar correntemente o Bojador. Econômico-geográficamente entramos no Saara, e mais ao sul, na Terra Verde ou Guiné

Publisher: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Year: 1953
OAI identifier: oai:revistas.usp.br:article/35216

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.