Article thumbnail

O culto da diferença: imagens do Brasil entre exotismo e nacionalismo

By Luciana Murari

Abstract

Partindo de trabalhos recentes sobre a vida intelectual brasileira pós-1870, este artigo tem por objetivo avaliar a presença do exotismo nas representações da nacionalidade brasileira, entre o movimento romântico e a voga realista. Utilizando-se das idéias de Todorov (1989) a respeito do significado cultural do exotismo, observa-se sua convivência, ainda que contraditória, com a questão nacional, na obra de escritores e críticos voltados para a identificação da singularidade brasileira. Busca-se, assim, acompanhar em linhas gerais os sentidos assumidos pelo exótico na definição da nacionalidade, através do recurso a textos literários e a obras de crítica e historiografia.Considering recent works on the post-1870 Brazilian intellectual life, this paper examines the importance of the idea of the exotic in the conceptions of Brazilian nationalism, between Romanticism and Realism. It is taken as reference the development of the concept of the exotic by Todorov, who stresses the contradictory relationship between the national and the exotic. This paper affirms that since the Romantic movement the idea of the exotic has been an essential, although paradoxical, part of the image of Brazilian culture produced by its own writers

Topics: Exotic, Nationalism, Brazilian Literature, Romanticism, Realism, exotismo, Brasil^i1^snacionali, romantismo, regionalismo literário
Publisher: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Year: 1999
OAI identifier: oai:revistas.usp.br:article/18882

To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.

Suggested articles