Article thumbnail

Espaços livres privados nas pequenas cidades

By Cláudia Maté and Alina Gonçalves Santiago

Abstract

As cidades pequenas são maioria no cenário nacional, no entanto ainda são poucas as pesquisas desenvolvidas acerca da realidade dessas cidades, principalmente a respeito de seu espaço urbano. Da mesma forma, os estudos desenvolvidos a respeito do sistema de espaços livres também têm se concentrado em grandes e médias cidades brasileiras. Nesse contexto, este artigo tem como objetivo analisar os espaços livres privados (ELPr) de uma pequena cidade, Pinhalzinho, no estado de Santa Catarina, identificando suas particularidades e também as similaridades e diferenças existentes com os resultados já encontrados nos estudos de cidades de maior porte. A metodologia adotada tem como referência principal os estudos dos sistemas de espaços livres desenvolvidos pela Rede Nacional de Pesquisa Quapá-SEL, com o uso da interface Sistemas de Informação Geográfica para identificação, categorização, quantificação e análise dos espaços livres privados. A análise destes resultou em altas taxas de espaço livre intraquadra e na predominância de espaços verdes e permeáveis, aspectos bem particulares à pequena cidade em estudo.In the Brazilian urban scenario, small towns are the most common type of settlement; however, they are rarely addressed by urban studies, especially regarding their urban space. Likewise, the studies concerning the open space system are also concentrated in medium and large Brazilian cities. In this context, this paper aims to investigate the private open spaces of a small town, Pinhalzinho/SC, identifying its specificities and also observing the similarities and differences between the results already found in larger urban centers. The adopted method has the studies of open space systems developed by the National Research Network Quapá-SEL as main reference, using the GIS interface for identification, categorization, quantification, and analysis of private open spaces. As a result, the analysis of private spaces shows high rates of open space within blocks and the predominance of vegetated and pervious surfaces—specific aspects of the small town investigated

Topics: Cidade pequena. Espaços Livres Privados. Pinhalzinho., Small Town. Private Open Spaces. Pinhalzinho
Publisher: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Year: 2017
OAI identifier: oai:revistas.usp.br:article/123471

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.