Article thumbnail

Growth and yield of papaya under irrigation

By Frederico Terra de Almeida, Salassier Bernardo, Elias Fernandes de Sousa, Sérgio Lúcio David Marin and Sidney Grippa

Abstract

Thermal units or degree day systems can both be used to quantify relationships between plants and air temperature. The Northern Fluminense region holds no tradition for irrigated papaya (Carica papaya L.) cropping and, because of the need for irrigation, it is important knowing its growth and development characteristics under these conditions. This study aimed to determine the relationship between growth rate of papaya plants and degree days, and its effect on crop productivity, under different irrigation levels. An experiment was set up with the cultivar "Improved Sunrise Soil 72/12", in a randomized blocks design, with seven irrigation water depths and three repetitions; crop growth and yield parameters were evaluated. There were significant correlations between water depths and degree days. Polynomial models of 2nd and 3rd order appropriately fitted the relationships degree day versus plant height, stem diameter, crown diameter and number of emitted leaves, for each water depth. Growth parameters related to degree days and to the applied treatments are indicative of yield potential. The total water depth that promoted the greatest fruit yield was 2,937 mm.Entre os métodos de quantificar as relações entre as plantas e a temperatura do ar, estão os sistemas de unidades térmicas ou graus-dia. Sendo a região Norte Fluminense sem tradição no cultivo da cultura de mamão (Carica papaya L.) e devido a necessidade de irrigação, é importante que se conheça o comportamento de seu crescimento e desenvolvimento sob estas condições. O objetivo deste trabalho foi estudar o crescimento do mamoeiro em relação a graus-dia e seu efeito na produção, sob diferentes níveis de irrigação nesta região. Montou-se um experimento com a cultivar 'Improved Sunrise Solo 72/12', em um delineamento em blocos casualizados, com sete lâminas de irrigação e três repetições, procurando-se avaliar os parâmetros de crescimento e de produção. Houve interação significativa entre lâminas de irrigação e graus-dia. Modelos polinomiais de 2ª e 3ª ordem ajustaram significativamente a relação graus-dia X altura de plantas, diâmetro de caule, diâmetro de copa e número de folhas emitidas, para cada lâmina de irrigação. Os parâmetros de crescimento relacionados a graus-dia e aos tratamentos aplicados são indicativos de potencial de produção. A lâmina total de água que promoveu a maior produção de frutos foi de 2.937 mm

Topics: manejo de irrigação, desenvolvimento, mamão, produtividade, irrigation management, development, papaya, productivity
Publisher: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Year: 2003
OAI identifier: oai:revistas.usp.br:article/21806

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.