oaioai:doaj.org/article:5af162c751a84fd58631088eb2f62753

Doses de fertilizante de liberação controlada no índice de clorofila e na produção de mudas de grápia

Abstract

O objetivo do presente trabalho foi definir a melhor dose de Osmocote® para a produção de mudas de Apuleia leiocarpa para 60 e 90 dias de permanência no viveiro após o transplantio e acompanhar a resposta do índice de clorofila das mudas durante o período em estudo. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, sendo constituído de cinco tratamentos, e dez repetições. Os tratamentos consistiram em doses crescentes de Osmocote® ( 0, 3, 6, 9 e 12 kg m-3 de substrato).Avaliou-se o índice de clorofila, diâmetro do colo e altura das mudas aos 60 e 90 dias após transplante (DAT), área foliar, massa seca da parte aérea, comprimento e massa seca das raízes aos 90 DAT. A partir dos valores médios dos pontos de máximaeficiência técnica, de diâmetro de colo e altura das mudas, concluiu-se que a melhor dose de Osmocote® para a produção de mudas de A. leiocarpa é de 7,94 e 7,73 kg de Osmocote® m-3 de substrato, para um período de permanência em viveiro de 60 e 90 diasapós o transplantio, respectivamente. O índice de clorofila demonstrou comportamento quadrático frente às doses de Osmocote® e correlação positiva com as variáveis altura e diâmetro do colo das mudas

Similar works

Full text

thumbnail-image

Directory of Open Access Journals

Provided original full text link
oaioai:doaj.org/article:5af162c751a84fd58631088eb2f62753Last time updated on 12/18/2014

This paper was published in Directory of Open Access Journals.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.