10.1590/S0100-83582005000200009

Efeitos do manejo de Eichhornia crassipes sobre a qualidade da água em condições de mesocosmos Effects of waterhyacynth management on water quality under mesocosmic conditions

Abstract

As macrófitas, apesar da enorme importância na dinâmica do ambiente aquático, quando formam extensas e densas colonizações, promovem uma série de prejuízos ao ambiente e aos usos múltiplos dos reservatórios. Nessas situações, há necessidade de redução de seu tamanho populacional, seja reduzindo as condições favoráveis ao crescimento, seja por meio do controle direto das plantas. Dentre as macrófitas aquáticas que promovem esses tipos de problema, o aguapé (Eichhornia crassipes) é considerada a mais importante. Seu controle é praticado em todo o mundo. O diquat tem sido bastante utilizado para o controle desta planta, em razão de seu baixo custo, eficácia, rapidez de controle e baixa toxicidade no ambiente aquático. O objetivo do presente trabalho foi avaliar os possíveis impactos causados pelo controle de Eichhornia crassipes sobre algumas características de qualidade da água em mesocosmos. Para isso, cinco situações experimentais foram estudadas: CPCH - mesocosmo colonizado por aguapé, o qual foi controlado pela aplicação do herbicida diquat; CPCG - mesocosmo colonizado por aguapé, o qual foi morto por congelamento; CPSH - mesocosmo colonizado com aguapé, sem controle; SPCH - mesocosmo sem macrófitas e com aplicação de diquat na superfície da água; e SPSH - mesocosmo sem macrófitas aquáticas e sem aplicação. O herbicida diquat foi utilizado na dose de 7,0 L da formulação comercial Reward/ha. A temperatura foi mais elevada nos mesocosmos sem plantas, devido à maior incidência de raios solares na coluna d'água. As concentrações de oxigênio dissolvido foram menores nos mesocosmos colonizados pelo aguapé e também tiveram rápida queda após o controle das plantas tanto com diquat como por congelamento. O pH da água foi maior nos mesocosmos sem a cobertura da macrófita. Os valores de sólidos totais dissolvidos (STD) e de condutividade elétrica foram maiores nos tratamentos com morte por congelamento e pelo diquat e em mesocosmos colonizados sem controle da macrófita. Esse efeito pode ser devido à presença de material orgânico em suspensão e à maior concentração de nutrientes presentes na água. Comparando os mesocosmos sem plantas, sem e com a aplicação de diquat na superfície da água, os valores das características avaliadas foram estatisticamente similares, levando à conclusão de que as alterações observadas nos fatores analisados decorrem principalmente da decomposição das plantas.<br>Besides their great importance in the aquatic environment dynamics, with the formation of dense colonization, the macrophytes cause several damages to the ecological equilibrium and multiple use of water. Under these conditions, control measures are required aiming to reduce the size of macrophyte populations. Among the most important aquatic weeds, the waterhyacinth (Eichhornia crassipes) is considered a major problem, its control being necessary in several sites in the world. The herbicide diquat has been used for waterhyacinth control due to its low cost, high efficacy, quickness of action and environmental safety. Aiming to evaluate the effects of waterhyacinth control and of diquat use on some water characteristics, an experiment was carried out under mesocosmic conditions, analyzing the following experimental situations: CPCH - mesocosm colonized by waterhyacinth controlled by diquat spraying at 7.0 L ha-1 of Reward®; CPCG - mesocosm colonized by waterhyacinth destroyed by freezing; CPSH - mesocosm colonized by waterhyacinth, without control; SPCH - mesocosm without aquatic weeds and diquat spray on the water surface, and SPSH - mesocosm without aquatic weeds. Water temperature was higher in the mesocosms without waterhyacinth colonization due to the radiation penetration in the water column. The dissolved oxygen concentrations were lower in the mesocosms colonized by waterhyacinth and were reduced just after the weed control, due to the elevation of biological oxygen demand (BOD) during plant decomposition. The water pH was higher in the mesocosms without waterhyacinth colonization. The values of total dissolved solids (STD) and electric conductivity were higher in the mesocosm with waterhyacinth, regardless of weed control. Comparison of the mesocosm without macrophytes, with and without diquat application, showed that the values of the characteristics evaluated were similar, leading to the conclusion that the changes observed were due to plant decomposition

Similar works

Full text

thumbnail-image

Directory of Open Access Journals

Provided original full text link
oai:doaj.org/article:b09fba269e4c47eba3e90d46b5c687d8Last time updated on 12/17/2014

This paper was published in Directory of Open Access Journals.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.