Article thumbnail
Location of Repository

Teste de condutividade elétrica influenciado pelas partes de sementes de milho

By Sara Guedes Teixeirense

Abstract

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2018.O presente trabalho teve como objetivo principal investigar a influência das partes de sementes de milho (pericarpo, endosperma, embrião e meia semente) através da lixiviação de eletrólitos na solução de embebição avaliada pelo teste de condutividade elétrica. As sementes inteiras e as partes de sementes foram avaliadas, utilizando o teste de condutividade elétrica (CE) comparativamente ao estresse controlado (EC), ao revigoramento de sementes (RS) e ao teste de lixiviação de potássio (LIXK). Para tanto, utilizaram-se cinco genótipos experimentais de híbridos de milho submetidos aos testes padrão de germinação, envelhecimento artificial, determinação do teor de água, CE, além da avaliação através do EC, de RS e da LIXK. Os valores de condutividade elétrica foram obtidos através de condutivímetro, após 6 e 24 horas de embebição a 25ºC, e a quantidade de potássio lixiviado foi avaliada em fotômetro de chama após medição de condutividade elétrica. As avaliações realizadas em partes de sementes mostraram-se adequadas para a diferenciação de qualidade fisiológica entre os diferentes genótipos com níveis semelhantes de vigor, com destaque para as sementes seccionadas ao meio, constituindo-se de método simples e rápido para a avaliação da qualidade fisiológica das sementes dos genótipos. Pela interpretação dos resultados pode-se concluir que as partes de sementes de milho apresentam diferentes quantidades de lixiviados no teste de condutividade elétrica e na lixiviação de potássio. O embrião é a parte de semente que mais influencia nos lixiviados das sementes de milho, seguida do pericarpo, meia semente e endosperma. O revigoramento das sementes contribuiu com a recuperação da qualidade fisiológica em sementes inteiras e em partes das sementes de milho, após estresse controlado.The main objective of this work was to investigate the influence of maize seed parts (pericarp, endosperm, embryo and half seed) through electrolytes leaching in the imbibition solution evaluated by the electrical conductivity test. Whole seed and seed parts were evaluated using the electrical conductivity test (CE) in comparison to seed controlled stress (EC), seed priming (RS) and potassium leaching tests (LIXK). Five experimental hybrid maize genotypes were submitted to germination, accelerated aging, seed moisture, CE, as well as seed EC, seed RS and LIXK. The electrical conductivity was evaluated through a conductivity meter after 6 and 24 hours of imbibition at 25ºC. The amount of leached potassium was evaluated in a flame photometer after electrical conductivity. The evaluations performed on seed parts were suitable for physiological quality identification between maize genotypes, especially for half seed, thus proving to be a simple and rapid method for seed vigor evaluation. For the interpretation of the results it can be concluded that the parts of maize seed present different amounts of leachates in the electrical conductivity test and the leaching of potassium. The embryo is the part of seed that most influences the leachates of maize seed, followed by the pericarp, half seed and endosperm. Seed reinvigoration contributed to the recovery of physiological quality in whole seed and parts of maize seed after EC

Topics: Milho - sementes - fisiologia, Condutividade elétrica, Eletrólitos celulares, Lixiviação de eletrólitos
Year: 2018
OAI identifier: oai:repositorio.unb.br:10482/34645

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.