Article thumbnail

Comportamento de tensão-deformação de filmes poliméricos produzidos de triacetato de celulose obtido através da palha de milho Zea mays

By Felipe Viegas dos Reis

Abstract

Corn straw (CS) is considered as an agricultural residue, usually incinerated or used as a bed in poultry farms on Brazilian farms, being an abundant material, but little used in order to generate income, except when destined to the production of handicrafts. In this work, the CS residue was used to produce cellulose triacetate (CTA) and polymer films of the same, with addition of plasticizer - glycerol - in order to test its mechanical properties. To obtain the cellulose, the corn straw underwent a process of delignification by reflux in nitric acid / ethanol solution (20/80% v/v) and then it was kept in a solution of sodium hydroxide 1 mol L-1 an then washed to obtain neutral pH. Then, the CTA was obtained from acetylation of the cellulose using acetic acid and acetic anhydride. CTA films were produced using dichloromethane as the solvent and glycerol as plasticizer in percentages of 10, 20 and 30% w / w relative to the mass of CTA. The SEM images of the films showed that the plasticizer adhered to the matrix and modified its surface in relation to the pure sample, causing the appearance of pores. The mechanical tests showed that the films containing the plasticizer had better results of tensile strength, elongation at break, Young's modulus and toughness, in relation to the film without the additive. In addition, it was possible to compare the results with other studies in the group using mango as a source of cellulose. Results from the mechanical assay indicated that the films made from corn straw presented better mechanical properties, indicating that the characteristics of the residues such as percentage of cellulose, lignin and viscosimetric molar mass directly influence the properties of the polymer produced.Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação)A palha de milho (PM) é considerada um resíduo agrícola, geralmente incinerada ou utilizada como cama nos criadouros de aves nas propriedades rurais brasileiras, sendo um material abundante, porém pouco aproveitado de forma a gerar renda, exceto quando destinado à produção do artesanato. Nesse trabalho, foi utilizado o resíduo de PM para a produzir triacetato de celulose (TAC) e filmes poliméricos do mesmo, com adição de plastificante – glicerol – a fim de testar suas propriedades mecânicas. Para a obtenção da celulose, a PM passou por um processo de deslignificação por refluxo em solução de ácido nítrico/etanol (20/80% v/v) e posteriormente foi mantida em uma solução de hidróxido de sódio 1 mol L-1 e depois lavada para obter pH neutro. Em seguida, a obtenção do TAC foi feita a partir da acetilação da celulose utilizando metodologia casting, utilizando ácido acético e anidrido acético. Os filmes de TAC foram produzidos utilizando diclorometano como solvente e o glicerol como plastificante nas porcentagens de 10, 20 e 30% m/m em relação à massa de TAC. As imagens de MEV dos filmes mostraram que o plastificante se aderiu à matriz e modificou sua superfície em relação à amostra pura, provocando o aparecimento de poros. Os ensaios mecânicos mostraram que os filmes contendo o plastificante, tiveram resultados maiores de tensão de ruptura, elongação na ruptura, Módulo de Young e tenacidade, em relação ao filme sem o aditivo. Além disso, foi possível comparar os resultados com outros trabalhos do grupo utilizando o caroço de manga como fonte de celulose. Os resultados do ensaio mecânico indicaram que os filmes feitos a partir do triacetato de celulose advindo da palha de milho apresentaram melhores propriedades mecânicas, indicando que as características dos resíduos tais como porcentagem de celulose, lignina e massa molar viscosimétrica influenciam diretamente nas propriedades do polímero produzido

Topics: Triacetato de celulose, Cellulose triacetate, Palha de milho, Corn straw, Resíduos agroindustriais, Agroindustrial residues, Propriedades mecânicas, Mechanical properties, CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Publisher: Química Industrial
Year: 2019
OAI identifier: oai:repositorio.ufu.br:123456789/25407

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.