oaioai:repositorio.ul.pt:10451/37979

Intrigas palacianas nos "Annales" de Tácito: processos e tentativas de obtenção de poder no principado de Tibério

Abstract

Este estudo analisa o modo como o discurso de Tácito transmite e dota uma mensagem de significado em ambientes misteriosos de intriga. O mistério e a incerteza que ela evoca respondem, no geral, à busca de evasão que o leitor da Antiguidade procurava na historiografia. Nesta perspectiva, um escritor como Tácito labora num espaço limitado de informação, tematizando assuntos ligados às dicotomias revelação-ocultação e silêncio-palavra.A informação dada explicitamente joga com o grau de conhecimento do leitor, que terá ainda a tarefa de interpretar omissões, sugestões, insinuações e implicações. De facto, porque utiliza mais implicações do que explicitações, Tácito enfatiza certos caracteres e incidentes, de modo a moldar a percepção e o entendimento que o leitor terá daquela informação no decorrer da narrativa. Para isso, o autor escolhe a focalização, o modo de representação do discurso (directo, indirecto, indirecto livre), e constrói isotopias, concretizadas por meio de encadeamentos de vocábulos não escolhidos ao acaso. Desta maneira, é possível apreciar, no campo da estética literária, as páginas dos Annales com um interesse constante, que a uariatio renova.info:eu-repo/semantics/publishedVersio

Similar works

Full text

thumbnail-image

Universidade de Lisboa: Repositório.UL

Provided a free PDF
oaioai:repositorio.ul.pt:10451/37979Last time updated on 5/14/2019View original full text link

This paper was published in Universidade de Lisboa: Repositório.UL.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.