oaioai:repositorio.uniceub.br:235/5114

A inconstitucionalidade e o excesso de poder na apreensão dos veículos por falta de pagamento do IPVA

Abstract

A presente monografia tem por objetivo examinar como o Estado utiliza a prerrogativa do poder de polícia para, mediante fiscalização e posterior apreensão dos veículos por falta de pagamento do imposto sobre propriedade de veículos automotores – IPVA, coibir os contribuintes ao pagamento do referido imposto, o que pode caracterizar excesso de poder praticado pela Administração Pública. Para tanto, após análise das principais características da Administração Pública, cada um dos poderes administrativos serão estudados a fim de compreender como o Estado pode, no presente estudo, mediante autorização legal, atuar na sociedade para organizá-la. Cada um dos tributos previstos na Lei Maior será analisado com o objetivo de contextualizar o tema e mostrar como a máquina estatal necessita deles para manter seu funcionamento. Ato contínuo, discute-se a apreensão dos veículos sem o devido processo legal – princípio constitucional –; a Súmula 323 do Supremo Tribunal Federal, que proíbe a apreensão de mercadorias como forma de coagir o contribuinte a pagar o tributo; a apreensão do veículo como uma sanção política, instituto negado e repelido pelos tribunais, e a ilegalidade de se condicionar a expedição do CRLV ao pagamento do IPVA

Similar works

Full text

thumbnail-image

Repositório Institucional do UniCEUB

Provided a free PDF
oaioai:repositorio.uniceub.br:235/5114Last time updated on 2/21/2019View original full text link

This paper was published in Repositório Institucional do UniCEUB.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.