Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Sofrimento emocional, stress e depressão em estudantes universitários

By Filipa Catarina Caetano Cristovão

Abstract

Os estudantes do ensino superior encontram-se vulneráveis a fatores de stress, devido à fase de desenvolvimento psicossocial e desafios inerentes à vivência universitária. Esta experiência poderá ser vivida como crise e/ou fator de desenvolvimento. O presente estudo pretende caracterizar a saúde mental global, sofrimento emocional, stress e depressão nos alunos do ensino superior. Foi realizado um estudo transversal com uma amostra de 220 alunos do ensino superior com e sem acompanhamento psicológico. Como instrumentos de avaliação foram utilizados: Questionário de Caracterização Sócio demográfica; Inventário do Stress em Estudantes Universitários (ISEU); Inventário de Saúde Mental (MHI-5); Termómetros Emocionais (ET-5); e o Questionário de Saúde do Paciente (PHQ-9). Os resultados revelam níveis elevados de depressão, stress e sofrimento emocional no ensino superior, com os alunos em acompanhamento psicológico a revelarem dificuldades mais acentuadas. As variáveis saúde mental, depressão, stress e sofrimento emocional estão significativamente correlacionadas. O presente estudo permitiu concluir que uma menor perceção de distress, menos sintomatologia depressiva e de stress, assim como uma menor perceção de necessidade de ajuda, traduzidos numa menor necessidade manifesta de acompanhamento psicológico, constituem-se como os principais promotores da saúde mental. Estes resultados têm implicações nas medidas de promoção da saúde mental no ensino superior.Higher education students are vulnerable to stress factors due their psychosocial development stage and, particularly, university life challenges. These situations might be perceived by the students as a crisis and/ or development opportunity. This study aims to characterize the global mental health of higher education students, in terms of emotional distress, stress and depression. Accordingly, a cross-sectional study was conducted with samples of 220 university students receiving and not receiving professional psychological support. The instruments used were: Sociodemographic Form; University Student Stress Inventory (ISEU), Mental Health Inventory (MHI-5), Emotional Thermometers (ET-5), Patient Health Questionnaire (PHQ-9). The results reveal significant high levels of distress, depression and stress in higher education students, specially in students in psychological counselling. All the variables involved are significantly correlated. This study concludes that, less distress, less symptoms of depression and stress, and a lower need of help perception, all of them representing less need of professional psychological support, constitute the fundamental promoters of mental health. These findings have implications in the prevention policies for the promotion of mental health in higher education institutions.Mestrado Psicologia Cliníc

Topics: Psicologia individual, Stresse (Psicologia), Alunos do superior, Saúde mental, Depressão mental, Ensino superior
Publisher: Universidade de Aveiro
Year: 2012
OAI identifier: oai:ria.ua.pt:10773/10967

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.