Cirurgia Ambulatória: readmissões pós-cirúrgicas

Abstract

RESUMO - INTRODUÇÃO: A cirurgia ambulatória tem expressado um crescimento global, contribuindo para um aumento da eficiência e qualidade dos cuidados, com uma redução de custos para o Serviço Nacional de Saúde. Torna-se fundamental avaliar a estrutura, processos e resultados dos programas de cirurgia ambulatória através de indicadores clínicos, constituindo ferramentas essenciais para a monitorização da qualidade e melhoria contínua. METODOLOGIA: O presente trabalho de investigação tem como objetivo geral, conhecer a evolução das intervenções cirúrgicas realizadas em regime de ambulatório, ao longo dos últimos anos em Portugal, bem como a evolução das admissões para internamento após alta da cirurgia ambulatória. Para alcançar o objetivo proposto, traçou-se um estudo do tipo observacional descritivo e retrospetivo, de natureza quantitativa. O espaço temporal compreende os anos de 2012, 2013 e 2014, sendo utilizado como instrumento de recolha de dados, a Base de Dados da Morbilidade Hospitalar. PRINCIPAIS RESULTADOS: Existe uma crescente transferência da cirurgia convencional para o ambulatório, representando a cirurgia ambulatória em média, por ano, 55,2% do total da atividade cirúrgica programada. A taxa de readmissões hospitalares até ao 30º dia após alta da cirurgia ambulatória, representa em média, por ano, 1,6%, reduzindo para 0,2%, quando consideradas apenas as readmissões hospitalares pelo mesmo grupo de diagnóstico homogéneo ou diagnóstico principal. CONCLUSÃO: Por todos os benefícios que a cirurgia ambulatória apresenta, é importante continuar a apostar no seu desenvolvimento e extensão, às diversas áreas que integram os hospitais do Serviço Nacional de Saúde.ABSTRACT FRAMEWORK: Ambulatory surgery has expressed a global growth, which contributes to increased efficiency and quality of care, with a reduction of costs for the National Health Service. So it is essential to assess the structure, processes and outcomes of ambulatory surgery programs by clinical indicators, which are essential tools for monitoring the quality and continuous improvement. METHODS: The present investigation project general aim is to know the surgical procedures evolution, performed in ambulatory, and the evolution of hospital admissions after an ambulatory surgery, over the last few years in Portugal. To accomplish this project’s aim, we chose the descriptive observational and retrospective study method, with a quantitative nature. The time period considered for analysis covers the years 2012, 2013 and 2014, and the data collection instrument, is the Portuguese Hospital Morbidity database. MAIN RESULTS: There is an increasing transfer of conventional surgery to ambulatory, representing the ambulatory surgery on average per year, 55.2% of the total programmed surgical activity. The hospital readmissions rate, until the 30th day after discharge from the ambulatory surgery is, on average per year, 1.6%, reducing to 0.2%, when only considering hospital readmissions for the same diagnosis-related group or primary diagnosis. CONCLUSION: For all the benefits that ambulatory surgery has, it is important to continue to invest in its development and extension, to the different areas which integrate the hospitals in the National Health Service

Similar works

Full text

thumbnail-image

Repositório da Universidade Nova de Lisboa

Provided a free PDF
oai:run.unl.pt:10362/19943Last time updated on 5/11/2018View original full text link

This paper was published in Repositório da Universidade Nova de Lisboa.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.