Article thumbnail

Gerindo o neoextrativismo num conflito ambiental no sul do Chile

By Nastassja Nicole Mancilla Ivaca

Abstract

A presente proposta discute o modelo neoliberal e extrativo que foi implementado nos países latinoamericanos em decorrência do desenvolvimento mundial da economia de mercado, a partir do caso do capitalismo verde e o uso estratégico da Responsabilidade Social Corporativa (RSC). Utiliza-se a técnica de análise de discursos argumentativos sobre a RSC da ENDESA, no contexto de um conflito hidroelétrico na cidade de Panguipulli no sul do Chile, onde foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com atores governamentais e locais. Finalmente, discutem-se as relações discursivas ao propor que as estratégias empresariais buscam introduzir e socializer um tipo específico de investimento, por meio da gestão do neoextrativismo e de uma determinada função estatal

Topics: colonialismo interno, institucionalidad ambiental, filantropía empresarial, licencias sociales, sustentabilidad, Communication. Mass media, P87-96
Publisher: Centro Internacional de Estudios Superiores de Comunicación para América Latina (CIESPAL)
Year: 2017
OAI identifier: oai:doaj.org/article:27b87db2847b49588e6493b776e04c71
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1390-924X (external link)
  • https://doaj.org/toc/1390-1079 (external link)
  • http://revistachasqui.org/inde... (external link)
  • https://doaj.org/article/27b87... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.