Location of Repository

Proposta e discussão de um modelo de e-learning para o ISCTE

By João José Paiva Monteiro

Abstract

A adopção de tecnologias de informação e comunicação em contexto educativo é uma temática que assume especial importância face às mudanças que envolve, em especial quando atinge a instituição universitária, alicerçada em muitos casos em filosofias conservadoras e tradicionalistas. Em termos sócio-económicos, a necessidade de transformação no processo de ensinar e aprender é evidente, perante a forte influência de uma sociedade mediatizada e uma economia global da informação e do conhecimento. As tecnologias de informação e comunicação, sob a designação de aprendizagem electrónica (e-learning) facilitam parcialmente essa transformação. O trabalho apresentado pretende compreender as problemáticas, possíveis soluções e implicações institucionais, pedagógicas e tecnológicas decorrentes da introdução, de tecnologias de informação e comunicação on-line e off-line no processo educativo ao nível do ensino superior, como metodologia complementar, a ser implementada numa instituição de ensino superior universitário, o ISCTE. Através de entrevistas e recolha de informação documental realizou-se a caracterização institucional e organizacional, que permitiu esboçar uma proposta de um modelo de e-learning para o ISCTE, como complemento às actividades lectivas presenciais, identificando e discutindo estratégias, metodologias organizacionais e pedagógicas, que contribuam para o desenvolvimento e qualidade do ensino e da aprendizagem. Numa perspectiva global os resultados obtidos apontam para as enormes dificuldades de implementação de metodologias não presenciais na instituição universitária, fruto de resistências institucionais e práticas pedagógicas enraizadas em dinâmicas individuais e de grupo algo impermeáveis. No entanto existe alguma capacidade de adaptação, que terá de ser devidamente fomentada junto de todos os intervenientes no processo educativo, através do seu envolvimento na construção do modelo e com um forte apoio técnico-pedagógico. ABSTRACT: The adoption of information and communication technologies in the educative context is an issue that acquires special relevance due to the changes involved in this process. This is especially true in the conservative and traditionalist higher education institutions. Facing the strong influence of a media society and a global economy of information and knowledge, the transformation of the teaching-learning process is a social and economic need. The communication and information technologies, under the name of e-learning, make this transformation easier. The work now presented pretends to understand the problems, possible solutions and institutional, pedagogic and technologic implications that occur from the introduction of online and offline communication and information technologies in the higher education process, as a complementary method in a higher education institution, ISCTE. Trough a qualitative research based in interviews and documental sources, a three component e-learning model to ISCTE was produced: institutional, pedagogic and technologic. This model identifies and discusses strategies and methods that contribute to the development of the teaching and learning quality. The final results of this research show the enormous resistance barriers to the e-learning implementation at higher education, due to the existent organizational models and pedagogical practices. However, there seems to be some adaptation capacity that needs to be properly promoted and involve all the intervenients of the educational process in the construction of this e-learning model.Mestrado em Multimédia em Educaçã

Topics: E-learning, Tecnologia da educação, Ensino superior
Publisher: Universidade de Aveiro
Year: 2004
OAI identifier: oai:ria.ua.pt:10773/1383

Suggested articles

Preview


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.