Article thumbnail

The role of solvents on bonding to dentin

By Fernanda Cristina Pimentel Garcia

Abstract

O presente estudo teve por objetivo avaliar o efeito das interações moleculares entre solventes e monômeros com a matriz de dentina desmineralizada, nas alterações das propriedades mecânicas, na taxa de evaporação e na resistência de união (RU). As propriedades mecânicas da dentina desmineralizada foram determinadas através da análise do módulo de elasticidade máximo aparente (EMax) e do relaxamento das tensões (RT). Os resultados permitiram concluir que o Emax foi dependente do tipo de solvente utilizado e do tempo. A taxa de enrijecimento da matriz desmineralizada foi maior para acetona e etanol, intermediária para o ar, metanol e propanol, menor para o HEMA e praticamente nenhuma para água. Da mesma forma, o RT dependeu da solução em que os espécimes foram equilibrados, previamente ao ensaio mecânico, e do tipo de deformação induzida ao espécime. De uma maneira geral, a resposta da matriz desmineralizada (RT) foi maior quando equilibrada em acetona, propanol e etanol, intermediária para HEMA, butanol e metanol e menor para água. A tensão máxima gerada com o tempo foi maior quanto maior a deformação inicial induzida (3-5-10%). A taxa de evaporação e a perda de massa total (%) de misturas experimentais à base de 35%HEMA/65%solventes foram determinadas através da medida de perda de massa em função do tempo, a partir de duas superfícies distintas (cubos de dentina desmineralizados x superfície livre). A taxa de evaporação e a perda de massa foi maior para HEMA/acetona (H/AC) e HEMA/metanol (H/M), intermediária para HEMA/etanol (H/E) e menor para HEMA/água (H/A), sendo esses valores superiores a partir dos cubos de dentina. A RU foi determinada pelo emprego do teste de microtração. Para verificar a influência do aspecto de brilho superficial, foram aplicadas 2 ou 3 camadas de misturas experimentais (35%HEMA/65%solventes) sobre a dentina previamente condicionada. Os maiores valores de RU foram obtidos com a manutenção do brilho superficial para todas as soluções testadas (ou seja, com a aplicação de 3 camadas). A durabilidade da RU obtida com o uso das soluções experimentais (35%HEMA/65%solventes) aplicadas sobre dentina desmineralizada seca foi avaliada após 24hs , 6 meses ou 1 ano de armazenagem em água deionizada. O valor de RU sofreu uma redução com a referida armazenagem para a maioria das soluções testadas. Os maiores valores de RU foram obtidos para H/M e H/E em todos os períodos avaliados. Este estudo desenvolveu uma linha de raciocínio que empregou a teoria dos parâmetros de solubilidade para descrever e analisar as interações moleculares que ocorrem durante a execução de um procedimento adesivo à dentina, procurando estabelecer as relações de causa e efeito.The present study aimed to test the effect of the molecular interactions between solvent and pure monomers with demineralized dentin matrix on its mechanical properties, evaporation rate and consequent change in the bond strength (BS). The mechanical properties were determined by measuring the apparent maximum modulus of elasticity (EMax) and stress relaxation (SR). The results indicated that the Emax is both time and solvent dependent; accordingly, the SR was both strain and solvent dependent. The weight loss (%) and evaporation rate of experimental mixtures (35%HEMA/65%solvents) were determined by the measuring of weight loss over time from different surfaces (demineralized dentin cubes x free surface). The overall evaporation rate and weight loss were higher for dentin cubes and dependent of solvents. The bond strength (BS) was determined by the microtensile test. The effects of surface shininess on bond strength of experimental primers to dentin were evaluated. Dentin surfaces were acidetched, primed with experimental mixtures in two (not shiny) or three (shiny) coats. For the all primers the presence of a shiny surface significantly improved resin-dentin bond strengths. The influence of storage time in resin dentin bond strength mediated by experimental HEMA/solvent primers was determined. Part of specimens were tested after 24 hour storage in deionized water (control) and remaining specimens were tested after 6 months and 1 year of storage in the same condition. Water storage resulted in reduced bond strength for most of the primers. This study develops a rationale that employs the solubility parameter theory to describe and analyze molecular interactions that occur during adhesive procedure to dentin, seeking to establish the cause-effect relationship

Topics: dentina, dentística, solvente, dentin, operative dentistry, solvent
Publisher: 'Universidade de Sao Paulo, Agencia USP de Gestao da Informacao Academica (AGUIA)'
Year: 2005
DOI identifier: 10.11606/T.25.2005.tde-15082005-160835
OAI identifier: oai:teses.usp.br:tde-15082005-160835
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.teses.usp.br/teses/... (external link)

  • To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.

    Suggested articles