Article thumbnail

Estratigrafia de seqüências das formações Serra Alta, Teresina e Rio do Rasto (permiano, Bacia do Paraná) na porção nordeste do Paraná e centro-sul de São Paulo

By Thiago [UNESP] Meglhioratti

Abstract

Realizou-se um estudo estratigráfico detalhado das formações Serra Alta, Teresina e Rio do Rasto (Membro Serrinha) do Grupo Passa Dois na porção nordeste do Estado do Paraná e centro-sul do Estado de São Paulo, através de furos de sondagem e perfis litológicos levantados em afloramentos. O estudo abrange descrições litofaciológicas, petrográficas, tafonômicas, correlações estratigráficas e discussões no âmbito da estratigrafia de seqüências. Em geral, as formações apresentam rochas siliciclásticas finas intercaladas por delgadas camadas carbonáticas com grande extensão lateral, ocorrendo tanto fósseis indicadores de água doce (e.g., carófitas), quanto de águas mais salgadas e/ou alcalinas (e.g., estromatólitos, Thalassinoides). As formações Serra Alta e Teresina evidenciam condições sedimentares distais a proximais de um mar interior raso influenciado por ondas de tempestades. A Formação Rio do Rasto representa condições mais continentais (principalmente lacustres). A caracterização das fácies e de seu empilhamento nas três formações permitiu a delimitação de sucessões cíclicas (submétricas a decamétricas) e de quatro seqüências de 3ª ordem, discutindo-se os modelos de seqüências estratigráficas, os quais ainda são escassos e pouco detalhados para a situação observada. Durante a deposição do Grupo Passa Dois, a bacia se caracterizou por um estágio de quiescência tectônica. Porém, ocorreram exceções evidenciadas por diques clásticos, sismitos, ciclos muito acentuadamente adelgaçados rumo às margens da bacia e discordâncias intraformacionais. Os limites entre as seqüências e os seus intervalos transgressivos parecem registrar as fases de maior instabilidade tectônica.A detailed stratigraphic study of the Serra Alta, Teresina and Rio do Rasto formations (Passa Dois Group), was done in the northeast portion of the State of Paraná and center-south of the State of São Paulo on boreholes and outcrop columnar- profiles. The study includes lithofaciologic, petrographic and taphonomic descriptions, stratigraphic correlations and discussions about sequence stratigraphy. The formations generally present thin-grained siliciclastic rocks interbedded with thin beds of widely extended carbonatic rocks, with occurrences of fresh-water fossils (e.g., carophytes), as well as saline and/or alkaline water fossils (e.g., stromatolites, Thalassinoides). The Serra Alta and Teresina formations evidence distal to proximal sedimentary conditions in a shallow interior sea with storm-induced waves. The overlying Rio do Rasto Formation, probably separated by an unconformity, represents more continental (mainly lacustrine) conditions. The facies characterization and vertical staking of the three formations allowed the proposition of sedimentary cycles at various scales and four 3rd order stratigraphic sequences, with discussions about the sequence stratigraphy models, which are rare and not detailed for similar situations. During the deposition of the Passa Dois Group the basin was characterized by a period of lull tectonic. Even so, happened exceptions evidenced by clastic dikes, seismites, strongly thinned cycles heading to the margins of the basin and angular unconfornity. The limits between the sequences and its transgressive intervals seem to register the phases of larger instability tectonic

Topics: Geologia estratigráfica, Grupo Passa Dois, Sucessão carbonática-siliciclástica mista
Publisher: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Year: 2006
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UNESP:oai:repositorio.unesp.br:11449/92863
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://hdl.handle.net/11449/92... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.