Location of Repository

Grupos, lealtades y prácticas: el caso de la justicia penal Argentina

By María José Sarrabayrouse Oliveira

Abstract

<abstract language="por">A implementação dos juízos orais na justiça penal nacional argentina é um caso exemplar que permite perceber a forma em que a instalação de um debate de puro corte jurídico colabora na definição de grupos e práticas particulares no interior da agência judicial. Os diferentes tipos de relações que estruturam os grupos integrantes do aparato de justiça penal - definidos pelo status, pela hierarquia, pelo parentesco e pelas lealdades - incidem sobre as características particulares que adquirem as práticas dos agentes. O presente artigo centrar-se-á na análise das práticas cotidianas de funcionamento dos agentes judiciais e nas estratégias "informais" utilizadas pelos atores para um movimento efetivo dentro da agência judicial

Topics: justiça penal, parentesco, patrimonialismo, sistema judiciario, produção de verdade no espaço público, Political science (General), JA1-92, Political science, J, DOAJ:Political Science, DOAJ:Law and Political Science, Sociology (General), HM401-1281
Publisher: Universidade Federal do Paraná
Year: 1999
DOI identifier: 10.1590/S0104-44781999000200007
OAI identifier: oai:doaj.org/article:4bd70d1949ce46c39ae6985b3d6e6952
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1678-9873 (external link)
  • https://doaj.org/toc/0104-4478 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/4bd70... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.