Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Fertirrigação na cultura do melão em ambiente protegido, utilizando-se fertilizantes organominerais e químicos Melon fertigation in greenhouse using biofertilizer and chemical fertilizers

By André L. T. Fernandes and Roberto Testezlaf

Abstract

Com este trabalho, objetivou-se monitorar a fertirrigação com biofertilizante, comparando-a com a fertirrigação química convencional, na cultura do melão variedade "Orange Flesh", cultivado em ambiente protegido. O experimento foi instalado no Campo Experimental da Universidade de Uberaba, num dos módulos de estufa plástica de 768 m², onde foram aplicados os tratamentos: fertirrigação convencional química e com biofertilizante. Também foram estudadas, dentro dos dois tratamentos, duas freqüências de fertirrigação: diária e semanal. As melhores produtividades foram obtidas com a aplicação diária de fertilizantes, com superioridade para os produtos organominerais, com produção total de 45,5 t ha-1 de frutos, superior estatisticamente às 42,4 t ha-1 obtidas com os produtos minerais. A fertirrigação semanal resultou em produtividades inferiores às decorrentes das aplicações diárias, sendo que os produtos organominerais superaram os químicos nesse tipo de aplicação, em 2,0 t ha-1, em média. Observou-se, também, que os produtos organominerais retardaram, em cerca de 8 d, o ciclo do melão, em comparação com os químicos. Apesar desse alongamento do ciclo da cultura, conclui-se que os produtos organominerais são extremamente eficientes na nutrição do melão, com produtividades similares e até superiores às dos produtos minerais utilizados.<br>The experiment was installed in the Experimental Farm of the Uberaba University, in one of the modules of plastic greenhouse of 768 m². Treatments consisted of two types of fertigation: conventional chemical fertigation and with biofertilizers. Also, two fertigation frequencies were studied for each type: at intervals of one and seven days. The best yields were obtained with the daily fertilizer application, with superiority for the biofertilizers, with production of 45.5 t ha-1 of fruits. This was better than mineral products, which produced 42.4 t ha-1. The weekly fertigation had lower productivities, and in this case, the biofertilizers also surpassed the chemical, on an average by 2.0 t ha-1. It was also observed that the biofertilizers delayed the crop cycle by about 8 days, compared to chemical fertigation. In spite of prolongation of crop cycle, it can be concluded that biofertilizers are efficient in nutrition of melon, with similar or even higher yields in comparison to those obtained by mineral products

Topics: Cucumis melo L. biofertilizante, freqüência, Cucumis melo L. biofertilizer, frequency, Agriculture (General), S1-972, Agriculture, S, DOAJ:Agriculture (General), DOAJ:Agriculture and Food Sciences
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Year: 2002
DOI identifier: 10.1590/S1415-43662002000100009
OAI identifier: oai:doaj.org/article:b880176db78b4583bb8a764111f7e671
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1807-1929 (external link)
  • https://doaj.org/toc/1415-4366 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/b8801... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.