Universidade Federal de Mato Grosso do Sul: UFMS / SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas

    DICIONÁRIOS DISTRIBUÍDOS PELO PNLD : análise da microestrutura de quatro dicionários de língua portuguesa

    Get PDF
    No inicio do século XX a lexicografia se objetivava em investigar problemas práticos e teóricos na elaboração de dicionários. A proposta deste artigo não foge a este conceito, uma vez que analisamos a microestrutura de dicionários monolíngues distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) evidenciando se seu aspecto é favorável ao processo cognitivo de alunos do ensino fundamental e médio de escolas públicas nas quais são distribuídas essas obras. A microestrutura analisada foi pautada no campo léxico banheiro para tornar possível uma investigação sólida, de modo que possamos indicar o dicionário mais adequado para ser usado como instrumento pedagógico da rede pública de ensino. Para tanto, esta pesquisa apresenta um breve histórico lexicográfico, a estrutura do dicionário, a análise sintática e morfológica do dicionário e a descrição da macro e microestrutura com vistas a verificar se elas atendem as necessidades do consulente, em conformidade ao público ao qual essas obras são direcionadas

    A PARATOPIA DO AUTOR NO CONTO “TEORIA DO MEDALHÃO” DE MACHADO DE ASSIS

    Get PDF
    O presente trabalho tem a finalidade de demonstrar como a paratopia do autor é expressa discursivamente no conto “Teoria do Medalhão”, de Machado de Assis. Adota-se como suporte teórico os pressupostos da Análise do Discurso de linha francesa, sobretudo a noção de paratopia, proposta por Maingueneau (2006) para o estudo do discurso literário. O autor considera que é no processo de criação da obra literária que o escritor constrói para si um lugar no mundo. Inicialmente foi feita uma pesquisa bibliográfica sobre o referencial teórico, levantando o material publicado em livros e redes eletrônicas. A seguir, foi desenvolvida uma pesquisa analítica e descritiva do conto, através da qual, constatamos como a paratopia do autor se constrói na sociedade inscrita na obra. Para Maingueneau (2006) o escritor pode construir na enunciação literária a sua paratopia, e essa construção longe de ser exterior à obra, é parte da sua criação. A pesquisa permitiu-nos evidenciar que a paratopia do autor no conto machadiano se constrói na enunciação pelo uso recorrente da ironia expressa no diálogo das personagens

    O DISCURSO RELIGIOSO COMO ESTRATÉGIA DISCURSIVA EM UM DEBATE ELEITORAL POLÍTICO

    Get PDF
    Este artigo tem por objetivo geral a realização de uma análise retórico-argumentativa de um debate político eleitoral realizado no ano de dois mil e quatorze, entre os candidatos à presidência da república brasileira na TV Aparecida. O objetivo específico desse artigo é a identificação da utilização de um discurso religioso como estratégia discursiva. Como respaldo teórico, além da prova retórica do ethos, desenvolvida por Aristóteles, foram utilizadas algumas conceituações e categorizações elaboradas por Charaudeau (2006, 2007, 2008) acerca do discurso político e dos estudos da argumentação. Ao final da análise, foi constatada a tentativa de identificação com o auditório católico através da menção a personalidades e à simbologia católica e/ou a construção de um “ethos de católico” por parte dos candidatos

    Como Ensinar Matemática no Curso Primário? Uma questão de conteúdos e métodos, 1890-1930

    Get PDF
    O texto aborda os métodos de ensino para a aritmética no curso primário a partir de análises sobre o modo de organização dos saberes escolares, levando em consideração, como fontes de pesquisa, os livros didáticos. Considera em seu início os termos “elementos” e “rudimentos” para análise dos modos de estruturação dos conteúdos escolares destinados aos primeiros anos escolares. O estudo faz uso do ferramental teórico-metodológico vindo da história cultural e conclui que obras didáticas constituem complexo artefato cultural onde não é possível encontrar-se um método em sua forma epistemológica pura, apresentando-se essa produção como fruto de múltiplas e variadas apropriações de vagas pedagógicas e métodos proclamados para o ensino.

    Editorial

    Get PDF

    Avaliadores Ad hoc 2015

    Get PDF

    Formação do Professor que Ensina Matemática nos Anos Iniciais: disciplinas de um curso de Pedagogia

    Get PDF
    Este artigo tem como objetivo compreender, na perspectiva de estudantes, as contribuições das disciplinas de um curso de Pedagogia para a formação matemática. Realizou-se uma pesquisa qualitativa em que se utilizaram, para produção de dados, entrevistas semiestruturadas com quatro estudantes – Andréia, Fernanda, Maria Paula e Silvia – de disciplinas que discutem questões teóricas e metodológicas do ensino e da aprendizagem da matemática. A análise dos dados evidenciou a importância dessas disciplinas para a formação dos professores, pois as estudantes destacaram a dinâmica das aulas que, primeiro, desenvolviam uma atividade e, em seguida, discutiam textos teóricos sobre o conteúdo ou tema abordado. As estudantes indicaram que as reflexões promovidas nas aulas as fizeram pensar de forma diferente sobre o ensino e a aprendizagem da matemática. As narrativas que escreveram sobre as aulas dessas disciplinas possibilitaram às alunas explicitar suas compreensões, aprendizagens, sentimentos e angústias e também constituíram uma maneira diferente de avaliação

    Subsistindo a Dominação: A Resistência Cultural dos Índios Puris diante do avanço das fronteiras colônias em direção dos Sertões de Campo Alegre no Médio Vale do Paraíba.

    Get PDF
    No final do século XVIII e nos primeiros anos do século XIX, o avanço das fronteiras agrícolas em direção às terras sertanejas de Campo Alegre no Médio Vale do Paraíba, atingiram suas maiores proporções. A partir desse avanço, essa região que também era chamada de sertões dos “índios brabos ” da província do Rio de Janeiro, foi palco de um aumento considerável de conflitos entre os colonizadores e as diversas etnias que viviam no Vale, revelando um choque numa área que não estava desocupada, pois era habitada por uma série de grupos indígenas, diante das frentes colonizadoras. Todo esse quadro nos leva a perceber que havia uma zona de fronteira entre a presença da “civilização”, do homem branco colonizador e as áreas ocupadas pelas diversas etnias dos sertões, como dos Puris, Coporós e Coroados, em havia uma grande interação entre esses atores históricos, que se relacionavam, muitas vezes de forma pacífica, com trocas de todos os tipos, num local onde a influência entre a presença da cultura colonizadora e a dos índios era uma via de mão dupla. Esse artigo pretende discutir que, apesar da animosidade decorrente do contato de diferentes culturas e das diversas trocas, o surgimento de uma resistência cultural adaptativa dos índios, principalmente nos aldeamentos que se formaram a partir dos setecentos na região. Não sendo, portanto, um processo que resumia numa simples assimilação dos índios pelos colonizadores na região de Campo Alegre no Médio Vale do Paraíba na Antiga Província do Rio de Janeiro.

    Sumário

    Get PDF
    sumari

    A RELAÇÃO ENTRE LEPTOSPIROSE, PRECIPITAÇÃO E AÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL - BRASIL

    Get PDF
    No Brasil, um dos principais elementos climáticos causadores de desastres naturais é o volume concentrado de precipitação, acarretando também, fatores impactos negativos para a sociedade, tendo como exemplo as doenças relacionadas a veiculação hídrica. O presente trabalho tem como objetivo identificar se há relação do volume das precipitações e das zonas climáticas com o aumento de casos de leptospirose ao longo dos anos de 2001 a 2015 no Estado de Mato Grosso do Sul, auxiliando, assim, na possível elaboração de medidas mitigadoras para evitar e/ou reduzir a contaminação dos indivíduos. Para tanto, os procedimentos metodológicos consistiram em coletar dados junto ao Ministério da Saúde – DATASUS, sobre os casos leptospirose, bem como adquirir um referencial bibliográfico para analisar o clima e suas influências sobre doenças de veiculação hídrica, utilizando para a espacialização das informações, o SIG ArcGis 10®. Como resultados, apontou-se que as regiões que mais chovem no estado, que estão situadas na região Centro-Norte e Sudoeste do Estado, são justamente onde encontram-se os maiores casos de leptospirose, o que evidencia a influência das chuvas para com a disseminação da doença. Entretanto, os dados revelam, concomitantemente, que a falta de saneamento, de adequado planejamento urbano e territorial e mesmo de conscientização/sensibilização pública contribuem com o surgimento/alastramento dos casos da doença
    Universidade Federal de Mato Grosso do Sul: UFMS / SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistasis based in BR
    Access Repository Dashboard
    Do you manage Universidade Federal de Mato Grosso do Sul: UFMS / SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas? Access insider analytics, issue reports and manage access to outputs from your repository in the CORE Repository Dashboard! CORE Repository Dashboard!